Windows Live Messenger + Facebook

terça-feira, 4 de agosto de 2015

jolas importadas revolucionando as tradições da joalheria.


Segundo Gilles Lipovetsky, filósofo francês, a moda é o espelho da sociedade. Portanto, é possível observá-la em qualquer lugar, tanto nas ruas, na internet, em uma exposição de arte, em reportagens diversas ou nos costumes e hábitos de uma cultura. Estas influências, observadas e analisadas pelos pesquisadores de tendências, ajudam a entender o que será desejado nos próximos meses e oferece aos criadores orientação e suporte para desenvolver produtos.
O início do século 20, pelas mãos de Coco Chanel, outro tipo de adorno foi introduzido no universo da alta costura em substituição aos modelos de luxo – as joias folheadas.
Mais acessíveis e adaptáveis às tendências da moda, as joias folheadas abriram caminho para infinitas possibilidades, revolucionando as tradições da joalheria.
Entre a joia e a bijuteria, a joia folheada ocupa um espaço em constante expansão, pois é confeccionada em diferentes metais e coberta por metal precioso (ouro, prata ou ródio). As camadas de ouro são depositadas na superfície das ligas metálicas por um processo denominado galvanoplastia.
Em outro extremo encontram-se as bijuterias, que são peças produzidas com materiais sintéticos ou naturais, sem metais nobres ou pedras preciosas.
As joias folheadas, diferentemente das bijuterias, têm valor de mercado e podem causar o mesmo efeito da joia, principalmente se for confeccionada com qualidade em todas as etapas de produção. Esta característica, aliadas a um design diferenciado, tornam as joias folheadas cada vez mais valorizadas nos diversos mercados